Publicado em 5 de maio de 2016  
Em ,  


Eu mencionei as Gems anteriormente, mas deixei para explica-las num post futuro. Sei que demorei um pouco para criar vergonha na cara e escrever sobre elas, então vamos direto ao ponto.

Deixando os termos técnicos de lado e usando algumas analogias, as Gems são um misto das Extensions do PHP com os Plugins do WordPress. Basicamente elas extendem ou adicionam ferramentas, funcionalidades, serviços e o que mais você conseguir imaginar ao seu projeto.

Diferenciação

Obviamente existem algumas diferenças conceituais entre uma Gem e uma Extension (ou uma Gem e um Plugin), mas me limitarei em apenas uma: diferente das Extensions, que são habilitadas pro servidor como um todo, as Gems são habilitadas pro projeto.

Configuração

Novamente a simplicidade do Ruby on Rails impressiona. Se você olhou os arquivos gerados no post anterior, com certeza se deparou com o arquivo Gemfile:

source 'https://rubygems.org'

# Bundle edge Rails instead: gem 'rails', github: 'rails/rails'
gem 'rails', '4.2.4'
# Use sqlite3 as the database for Active Record
gem 'sqlite3'
# Use SCSS for stylesheets
gem 'sass-rails', '~> 5.0'
# Use Uglifier as compressor for JavaScript assets
gem 'uglifier', '>= 1.3.0'
# Use CoffeeScript for .coffee assets and views
gem 'coffee-rails', '~> 4.1.0'
# See https://github.com/rails/execjs#readme for more supported runtimes
# gem 'therubyracer', platforms: :ruby

# Use jquery as the JavaScript library
gem 'jquery-rails'
# Build JSON APIs with ease. Read more: https://github.com/rails/jbuilder
gem 'jbuilder', '~> 2.0'
# bundle exec rake doc:rails generates the API under doc/api.
gem 'sdoc', '~> 0.4.0', group: :doc

# Use ActiveModel has_secure_password
# gem 'bcrypt', '~> 3.1.7'

# Use Unicorn as the app server
# gem 'unicorn'

# Use Capistrano for deployment
# gem 'capistrano-rails', group: :development

group :development, :test do
  # Call 'byebug' anywhere in the code to stop execution and get a debugger console
  gem 'byebug'
end

group :development do
  # Access an IRB console on exception pages or by using <%= console %> in views
  gem 'web-console', '~> 2.0'

  # Spring speeds up development by keeping your application running in the background. Read more: https://github.com/rails/spring
  gem 'spring'
end

É nesse arquivo que você dirá quais Gems serão usadas em seu projeto.

Basicamente, você diz de onde elas virão source 'https://rubygems.org', quais serão usadas e se deve ser usada uma versão específica gem 'rails', ‘4.2.4’ (sim, o Ruby on Rails é uma Gem do Ruby) e se há alguma que será usada apenas em Enviroments específicos group :development, group :test ou até mesmo group :production.