Publicado em 18 de setembro de 2015  
Em ,  


Continuando minha tentativa de evangelizar mais desenvolvedores pro Ruby on Rails, vamos a mais uma faceta deste framework: a simplicidade de criar um projeto. Sim, eu sei que isso não é exclusividade do RoR, mas nele essa simplicidade é levada muito a sério.

Obviamente, antes de criar um projeto, você precisará ter um ambiente pronto para isso. Então por que estou pulando o processo de instalação? Porque há algumas variantes neste processo, como sistema operacional, controle de versão do Ruby, entre outras, que criam uma infinidade de cenários possíveis. Eu tenho a possibilidade de trabalhar com OS X e escolhi o RVM para controlar as versões do Ruby, mas você deve utilizar a solução que melhor se encaixar no seu cenário.

Mas vamos ao que interessa.

Criação

No Ruby você descobrirá que o Terminal é seu melhor amigo, então vamos a ele. Abra o diretório onde deseja criar o projeto (exemplo, cd /caminho/do/diretorio) e execute rails new example. Este comando criará o projeto dentro do diretório especificado.

Pronto!

Abra o diretório do projeto (exemplo, cd /caminho/do/diretorio/example) e execute rails s, este comando iniciará o servidor. Agora basta acessar http://localhost:3000 no navegador.

Personalização

Obviamente há algumas opções interessantes para criar um projeto, para listar todas execute rails new --help. Neste exemplo, ao invés de executar rails new example, eu executei o comando rails new example --skip-turbolinks. Este comando cria o projeto sem a Gem Turbolinks.

Mas o que é uma Gem? Deixarei isso para um próximo post.